Ao buscarmos um sistema de armazenamento, nosso objetivo é encontrar uma plataforma confiável onde hardware e software trabalhem juntos, mantendo nossos dados disponíveis e sempre online. Dados armazenados em computadores pessoais geralmente estão sob controle, porém não permitem acesso via internet. Além disso, a maioria dos serviços de armazenamento gratuitos em nuvem possuem capacidade limitada. Então o que fazer, contratar mais espaço em nuvem ou comprar um storage?

Cloud storages

O conceito de cloud storage ou “armazenamento em nuvem” é basicamente contratar uma área para armazenamento de informações via internet, com acesso 24 horas por dia e 7 dias por semana. Empresas que comercializam esse tipo de serviço geralmente cobram por capacidade ocupada, quantidade de processamento e uso da banda de transmissão.

Como dispor e compartilhar informações de forma segura pela internet é uma necessidade e assumir todos esses custos nem sempre é a melhor opção para pequenas e médias empresas ou consumidores domésticos, uma série de fabricantes tem disponibilizado sistemas de armazenamento com softwares que permitem montar e gerenciar uma nuvem pessoal de dados: Os Personal Cloud Storages ou Cloud NAS.

Armazenamento Cloud

Cloud NAS ou Personal Cloud Storages

Parecidos fisicamente com hard disks externos, esses pequenos sistemas de armazenamento possuem uma ou mais conexões de rede, são seguros, expansíveis e possuem redundância de hardware. Além disso, os Cloud NAS centralizam dados de diversos computadores e são compatíveis com diversos sistemas operacionais, além de resolver problemas como montar agenda para backup automático.

A boa notícia é que esses personal storages permitem ainda a criação de nuvem privativas de dados, possibilitando acesso aos dados via internet sempre que necessário. Essas áreas de armazenamento podem ser criptografadas e protegidas contra acessos não autorizados através de autenticação via login e senha, dificultando muito qualquer acesso não autorizado.