Manter os dados seguros de vários computadores, storages e servidores de aplicação funcionando 24×7 dentro de qualquer empresa exige muita organização e uma estrutura de backup sólida.

Orçamentos apertados, o outsourcing e o sonho do backup em nuvem são algumas razões que levaram muitas dessas organizações a transferir essa responsabilidade para terceiros.

Com o passar do tempo, a maioria dessas corporações descobre que manter o backup num servidor local sempre é melhor e mais barato que qualquer solução de nuvem.

Mas o principal indicador de que já é hora de se organizar e investir num novo servidor de backup é quando os problemas com o gerenciamento dos sistemas de backup começam a surgir.

O que é um servidor de backup?

Servidor de backup é um tipo de servidor que combina as tecnologias de hardware e software para possibilitar a cópia segura e fornecer serviços para a recuperação de dados como arquivos, aplicativos e/ou bancos de dados de sistemas como servidores, computadores, storages e outros dispositivos.

Também conhecido como backup server, essas soluções geralmente fornecem a capacidade de armazenamento e canais de comunicação necessários para fazer, manter e gerenciar o backup de diversos dispositivos de forma automática dentro das organizações.

Esses servidores podem ser físicos ou virtuais, estarem instalados local ou remotamente e tem como principal objetivo manter as cópias dos dados sempre seguras e disponíveis.

Além de possuir capacidade de processamento e armazenamento para reter os dados corporativos, um backup server também possui um ou mais aplicativos capazes de fazer backup das aplicações e dos dados de todo o ambiente.

Mesmo soluções virtuais como os servidores de backup em nuvem ou espaços de armazenamento virtuais usados para backup fazem parte de uma infraestrutura física e lógica, também composta por hardware e software voltada para esse tipo de aplicação.

Qual a importância do servidor de backup?

O crescimento explosivo do uso de sistemas computacionais exige um cuidado cada vez maior com todos os dados de produção.

Servidores, estações de trabalho e até celulares podem conter informações muito importantes para qualquer organização.

Por isso, todos os aplicativos, bases de dados, documentos e outros arquivos necessários para restaurar os serviços do sistema devem estar sempre disponíveis, atualizados e seguros.

Um servidor de backup tem como função manter esses programas e dados seguros, simplificar o processo de cópia dos sistemas e facilitar o gerenciamento das informações.

Concentrar o backup num único equipamento ou sistema de armazenamento também reduz custos, pois elimina estruturas físicas concorrentes, facilita a organização dos dados e simplifica o processo.

Como consequência, tanto os servidores físicos como os virtuais que serão usados para centralizar o backup devem possuir uma série de recursos robustos contra a falha.

Esses sistemas sempre serão requisitados quando houver problemas com os servidores de aplicação, estações de trabalho ou outros dispositivos que contenham dados vitais a operação.

Os recursos para alta disponibilidade

A interrupção de serviços prestados por qualquer tipo de organização, causados por quaisquer tipos de falhas de hardware ou software, sempre tira o sono de muitos profissionais de TI.

Cópias feitas de forma improvisada em hard disks externos, mídias ópticas como CDs ou DVDs ou antigos sistemas de backup sequenciais que utilizam fitas já fazem parte do nosso passado.

Os novos servidores de backup geralmente são equipamentos que possuem vários hard disks e/ou memórias flash, geralmente agrupados em arranjos RAID e que formam sistemas maiores totalmente tolerantes a falhas.

Esses equipamentos possuem alta disponibilidade, ou seja, contam com diversos componentes duplicados, como controladoras, memórias, portas de comunicação, hard disks e fontes de alimentação.

Essa duplicidade é a responsável pela segurança dos dados. Mesmo que um desses componentes falhe, o sistema de backup ainda continuará funcionando.

Ambientes profissionais como grandes data centers possuem ainda uma camada extra de segurança, proporcionada pela virtualização de servidores e aplicações.

O software de backup

Além do hardware, outro componente fundamental para montar um servidor de backup é escolher corretamente o software que será usado.

Fabricantes de hardware e diversos desenvolvedores possuem soluções robustas para backup, integradas ou individuais, capazes de fazer backup de milhares computadores diariamente.

Soluções profissionais de backup permitem a sincronização de dados com a nuvem em tempo real, tirar instantâneos do sistema de armazenamento dos servidores e verificar se algum dado foi corrompido.

Como montar um servidor de backup?

Ter um servidor de backup para copiar arquivos office residenciais é diferente de fazer backup de centenas de câmeras CFTV ou máquinas virtuais.

Ser superficial no dimensionamento de um backup server pode causar grandes problemas, por isso consultar um especialista sobre o assunto pode abreviar muitas etapas do processo.

De qualquer forma, antes de comprar um novo servidor e softwares para esse fim, vale a pena entender quais demandas serão atendidas e responder as seguintes perguntas:

– Quais serão os servidores, dispositivos e aplicações da empresa que exigem backup?

– Qual a capacidade de processamento, comunicação e armazenamento exigida da solução?

– Qual será o crescimento da base de dados e do número de usuários previstas para o sistema?

– Esse processo pode ser programado ou deverá ser feito em tempo real?

– Qual será o tempo necessário de retenção dos dados?

– Que a expectativa de vida você tem para este servidor?

– Qual software/método você utilizará para fazer esse backup?

Quais são os principais benefícios de montar um servidor de backup?

O crescimento acelerado do volume de dados armazenado e o uso de tecnologias inadequadas de backup resultam em ineficiência na recuperação da informação e custos operacionais elevados.

Cada aplicação possui diferentes níveis de exigência e disponibilidade, por isso demandam uma arquitetura própria para suportar adequadamente o armazenamento seguro e aumento do volume dos dados.

Como o valor e o tempo de recuperação dos dados só pode ser avaliado pela própria organização, qualquer fórmula pronta para esse tipo de demanda sempre será uma resposta muito superficial e de pouco valor para fins de investimento.

De qualquer forma os principais benefícios que um servidor de backup pode entregar são:

1- Organizar o ambiente de backup através da centralização das cópias e estruturar de forma racional os dados copiados;

2- Acelerar os processos de cópia e recuperação de dados por meio de automações;

3- Facilitar o gerenciamento e controle das operações, diminuindo a movimentação dos dados que não se alteram;

4- Diminuir as “janelas” para os backups, aumentando a disponibilidade do ambiente e a produtividade dos profissionais;

5- Maior confiabilidade na proteção e na recuperação dos dados, possibilitando maior segurança e consistência à continuidade dos negócios;

6- Melhor confiabilidade no arquivamento e na recuperação da informação para atender normas de conformidade e de governança corporativa;

7- Liberação dos servidores de aplicação, proporcionando maior desempenho nas aplicações de produção;

8- Otimização dos recursos da rede local como a liberação de espaço em disco, reduzindo assim os custos operacionais de infra-estrutura;

9- Capacidade para expansões e agilidade para centralizar informações distribuídas de escritórios remotos.

 

 

fonte: https://www.controle.net/faq/o-que-e-um-servidor-de-backup-ou-backup-server