O uso de serviços em nuvem continua a crescer no ambiente corporativo. Maior disponibilidade, flexibilidade e segurança estão fazendo as organizações ampliarem projetos neste sentido. Naturalmente é importante planejamento. Ter um plano de nuvem é essencial. Segundo Raj Bala, diretor de pesquisa sênior do Gartner, uma migração sem estratégia, pode resultar em custos mais altos, gerenciamento desarticulado, vulnerabilidades e insatisfação com os resultados.

Segundo o Gartner, existem elementos fundamentais para a formulação de uma estratégia de nuvem. Vamos comentar os principais.

PLANO DE NUVEM E ESTRATÉGIA DE NEGÓCIOS

É crucial que os líderes das empresas garantam que a estratégia para a nuvem esteja alinhada com a estratégia do negócio. Para isso, a equipe de TI precisa entender os objetivos estratégicos de cada corporação para planejar o plano de nuvem. Não podemos considerar que um único plano será aplicável igualmente a todas as empresas.

AVALIAÇÃO DOS RISCOS

Um planejamento consistente deve avaliar eventuais riscos relacionados à nuvem. Destacam-se: risco de disponibilidade, risco de agilidade, risco de segurança, risco do fornecedor e risco de conformidade. Tudo deve ser pesado.

Veja mais sobre as fase e desafios de um projeto de migração para a nuvem: Migração para nuvem – Fases e Desafios – Ravel Tecnologia

REDUÇÃO DE CUSTO É FUNDAMENTAL?

Segundo o Gartner, uma das perguntas mais frequentes é se a nuvem realmente é mais barata. Esse não deve ser um objetivo isolado a ser alcançado em um plano de nuvem. Em muitos casos percebe-se um investimento maior que o cenário anterior, mas os ganhos em disponibilidade, velocidade, entre outros acabam sendo de maior impacto do que o custo isoladamente.

RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA

Com a utilização da nuvem, temos um novo conceito que é o da responsabilidade compartilhada. Isso porque temos obrigações que o provedor do serviço precisa entregar e a empresa precisa avaliar prazos para resoluções de problemas, canais de contato, contingências entre outros fatores que possam afetar o serviço.

TI ESTRATÉGICO

Tenha a equipe de TI como membro atualizada de decisões estratégicas da empresa. Ela precisa entender o caminho que a empresa pretende trilhar para organizar os estudos e planejamentos para ir na mesma direção. Desta forma, a área de Gestão de TI precisa estar capacitada para entender este contexto para agregar valor.

Segundo o diretor do Gartner, com o tempo, o departamento de TI pode adotar uma função em relação aos serviços em nuvem, comparável à do departamento de RH em relação aos recursos humanos. “A TI pode facilitar cada vez mais os departamentos de negócios com experiência digital para selecionar e aproveitar os serviços de nuvem certos”, diz Bala.

Fonte: https://ravel.com.br/blog/plano-de-nuvem-elementos-estrategicos/