Saiba quais são as tendências de TI nos próximos anos

 

Novidades tecnológicas aparecem a todo momento no mundo atual, com velocidade ainda maior no campo da TI. As possibilidades que se desenham com o uso de novos materiais, a criação e atualização de hardware e o desenvolvimento de sistemas e aplicações que derrubam as barreiras dos problemas da nossa rotina, seja a corporativa ou a pessoal, mostram que é preciso acompanhar bem de perto todas as tendências de TI para não deixar de crescer em desempenho, eficiência e segurança.

Quer saber quais são as principais? Continue lendo, pois no post de hoje vamos falar dessas tendências e de suas contribuições para a área de TI nos próximos anos!

 

Tendências de TI: a importância da atualização da área na empresa

Sem a robustez e a funcionalidade de produtos e serviços da área de TI, é praticamente impossível uma organização atingir os patamares mais altos de eficiência, qualidade e rentabilidade. As metas da empresa devem ser bem compreendidas e compatíveis com o setor de TI — e vice-versa, para que as estratégias, iniciativas e investimentos caminhem e sejam traduzidos em resultados.

Uma área de TI defasada compromete a segurança da informação, a capacidade de inovar no produto ou serviço final, a agilidade no contato com clientes e fornecedores, perdendo desde oportunidades comerciais até retornos de campo para aquisição de dados de qualidade. A empresa que investe para manter seu departamento em dia com o mercado de TI garante seu valor, sua solidez e confiabilidade.

 

Armazenamento em nuvem

Uma realidade para boa parte das empresas, a computação em nuvem tende a se aprofundar e consolidar como primeira alternativa em armazenamento e trabalhos em colaboração. A forma como a temos hoje é ainda ínfima perto do que deve se tornar, com a impulsão dada pela baixa necessidade de espaços físicos e pelo uso mais enxuto de hardware, em quantidade e capacidade. Promete, como efeito colateral, acabar com os escritórios como são conhecidos hoje.

 

Impressoras 3D

Cada vez mais acessíveis e funcionais, as impressoras 3D prometem se espalhar nos próximos anos. Possuem abrangência de uso em tese ilimitada e, se por um lado reduzem custos de produção não apenas no fim de uma linha de produto, mas durante o desenvolvimento do que quer que seja, por outro, devem causar muitas dores de cabeça em questões de propriedade intelectual.

 

Realidade virtual

Não só as impressoras servem para traduzir ideias antes impraticáveis e recriar o que se tem no mundo virtual em três dimensões. A imersão com a reprodução de imagens 3D, som e outras sensações possíveis, incrementada pela possibilidade de interação com respostas precisas e em tempo real, é um campo que já tem força o suficiente para tomar grande parte na vida de todos em breve.

 

Compactação de hardware

Outra tendência é a incorporação de ideias sustentáveis, otimização do uso de espaço e materiais, tecnologia cada vez mais presente em todos os lugares, e ao mesmo tempo mais compacta. De PCs mais eficientes à nanotecnologia, objetos e paisagens comuns do dia a dia tendem a portar maiores capacidades de processamento e armazenamento, sem que isso salte aos olhos, como era comum tempos atrás.

Ainda que algumas dessas tendências de TI não gerem um impacto tão grande, dependendo de tipo e foco de negócios, são todas novidades com força suficiente para não passarem totalmente batidas pela área de TI em qualquer ramo de atuação. Estar a par do que está para acontecer, de como se movimenta esse mercado, é dar o primeiro passo para manter o setor afiadíssimo e contribuindo constantemente para o crescimento da empresa.

Gostou de saber das principais tendências de TI para os próximos anos? Tem alguma outra em mente para compartilhar? Não deixe de comentar aqui no post!