Segurança em TI é um conjunto de estratégias para administrar processos, recursos e políticas necessários para prevenir, detectar, documentar e contra-atacar ameaças a informação digital.

Você pode imaginar que trata-se de uma despesa de capital, mas ao longo deste artigo vamos te mostrar que segurança em TI é na verdade um investimento, que pode poupar muito dinheiro para o seu negócio.

Para que serve a segurança em TI?

A segurança em TI é construída em torno da tríade confidencialidade, integridade e disponibilidade de sistemas e arquivos. Seu objetivo é garantir que informação sensível só é disponibilizada a pessoas autorizadas, não pode ser modificada sem permissão e está disponível sempre que se faz necessária.

O principal objetivo da segurança em TI é proteger os recursos mais valiosos de um negócio, que são seus dados e as suas operações. Afinal, quando qualquer um desses aspectos é comprometido, a organização está em risco.

Dados violados podem ser usados em chantagens — como nos ataques ransomware —, enquanto operações interrompidas podem custar caro para serem retomadas. Por isso, segurança em TI deve envolver processos e políticas de segurança física e digital para impedir quebras de sigilo. Alguns dos recursos utilizados podem ser o armazenamento em nuvem, a criptografia e o gerenciamento de servidores.

Quais são os recursos da segurança em TI?

Criptografia

Criptografia é converter dados eletrônicos em outro tipo de informação, chamado texto criptografado, que não pode ser facilmente entendido por terceiros mesmo que seja interceptado.

Esse recurso é utilizado para garantir que a transmissão de dados é segura e apenas pessoas autorizadas podem ter acesso ao conteúdo das mensagens.

Armazenamento na nuvem

Armazenamento em nuvem é um modelo de serviço no qual dados são mantidos remotamente e disponibilizados para os usuários em uma rede, geralmente pela internet. O método aumenta a segurança pois impede que catástrofes e ataques ao local de negócios interrompam suas operações.

Gerenciamento de servidores

O gerenciamento remoto de servidores ocorre de um local diferente de onde eles estão localizados e oferece muitos benefícios, em especial à segurança da empresa. O administrador pode receber notificações onde quer que esteja do mal funcionamento do sistema, tentativas de invasões e paradas críticas que poderiam ser prejudiciais ao negócio.

Quais os problemas da falta de segurança em TI?

Qual é o custo da perda de dados? Depende de quem você pergunta. Estudos recentes da EMC sugerem que a perda de dados (e o tempo de inatividade causados por ela) custam um total de um trilhão de dólares por ano. E dinheiro é apenas uma parte da equação.

Já parou para pensar no que poderia acontecer se os seus dados pessoais caíssem em mãos erradas? O roubo de identidade, por exemplo, é um dos riscos mais comuns associados a essa ameaça. Agora imagine se o mesmo acontecesse com os dados da sua empresa.

Segurança não é uma despesa e sim um investimento. No mercado em que vivemos, de transparência e concorrência global, um negócio só sobrevive se ganha e recupera a confiança de seus clientes todos os dias. Segurança cibernética não é um investimento que possui retorno de porcentagem orientado, mas ele também pode ser mensurado.

Seus clientes atribuem valor à sua marca com base na sua capacidade de proteger seus dados de acesso não autorizado e mudanças indesejadas. Não perca essa confiança ou você corre o risco de perder negócios.

Fonte: https://santodigital.com.br/seguranca-em-ti-voce-entende-importancia-para-sua-empresa/