Soluções de rede wireless para empresas – WIFI Corporativo

 

1 – Capacidade da rede sem fio

Primeiro tem que determinar qual capacidade precisa ter para atender a demanda, para saber isso é necessário saber:

  • Quantidade de usuários
  • Tipo de dispositivos (PC, Notebook, Smartphone, e Tablet)
  • Qual tipo de uso ( se for para internet somente, ou também para rede interna com acesso aos servidores: arquivos e sistemas)
  • Rede visitantes ( fornecimento de internet para o clientes e fornecedores)

Definido estas variáveis os equipamentos também variam conforme a necessidade, por isso é importante deixar claro qual será o uso da rede wireless.

 

2 – Cobertura da Rede Wireless

No mercado existem equipamentos para diferentes ambientes. a seguir  um exemplo da mesma quantidade de usuários porem em ambientes diferentes.

  • Cenário 1: 120 usuários em uma unica sala, como um auditório, sala de treinamento, etc.
  • Cenário 2: 120 usuários em 4 salas com o mesmo tipo de utilização do primeiro cenário.

Para o primeiro cenário temos uma grande concentração de usuários em único lugar, ou seja não precisamos grande cobertura porem muito processamento centralizado e no segundo cenário considerando o mesmo tipo de utilização porem com uma necessidade oposta, precisamos de cobertura e processamento decentralizado.

Existem inúmeras variações que alterar totalmente a solução mais adequada, por isso o primeiro é colocar no papel o objetivo da implementação da rede sem fio.

 

3 – Segurança da Rede Wireless

Assim como a segurança tem evoluído, o ataques a redes wireless também e por isso tem que dar atenção a este item.

Um único Access Point ou roteador wireless é muito fácil de instalar e também muito provável deixá-lo vulnerável. Por isso recomendo que na compra de qualquer equipamento seja contratada uma consultoria, se for apenas 1 ou 2 equipamentos 1 hora é suficiente e o investimento garante segurança e bom desempenho de rede wireless.

Segue algumas dicas essenciais para ter uma rede wireless mais segura:

WPS – este protocolo facilita a conexão de periféricos como impressoras wi-fi e também Smartphone, computadores etc sem a necessidade da senha, ele é ativado pressionado o botão no roteador(fisicamente), porem a maioria destes dispositivos tem vulnerabilidades e pode ser simulada a autorização da conexão através de softwares específicos para ataques a redes sem fio e a pessoa mal intencionada fica com acesso a sua rede, por isso recomendo desativar esta funcionalidade que por padrão vem ativa na maioria dos dispositivos wireless.

Criptografia – Utilizar sempre autenticação WPA2 AES ou TKIP com um minimo de 9 caracteres, 1 letra maiúscula, números e se possível um caráter especial como “[email protected]#$%¨&*”

Segregar as redes – É uma boa pratica segregar a rede wireless, você pode separar em redes diferentes(Vlans). Por exemplo se for utilizada somente para internet, não tem necessidade da rede wireless enxergar a a rede local(cabeada) e vice-versa. Se for ter acesso também  a sistemas é possível liberar o acesso porem ainda mantendo em redes diferentes e por ultimo é de praxe que a rede guest para clientes e fornecedores obrigatoriamente sim tenha esta separação sem nenhum tipo de acesso a rede local, fornecendo apenas acesso a internet.