Diariamente, transitam pela internet um número incontável de bytes de informação, isso obviamente se dá graças a crescente importância atribuída aos dispositivos digitais, que se tornaram indispensáveis para qualquer tipo de operação comercial, o que por consequência ganha ainda a atenção dos ataques cibernéticos.

Por causa da constante exposição aos perigos digitais, antes de utilizar um dispositivo, a empresa precisa ter a certeza de que o equipamento está seguro para realizar a comunicação online, é nesse momento que os diferentes tipos de segurança da informação se tornam primordiais para as corporações e indivíduos que buscam proteger suas informações no mundo atual.

O Que é Segurança da Informação

Segurança da informação consiste em criar estratégias de gerenciamento e prevenção a roubos e perdas de dados, sistemas, servidores, redes e dispositivos. Ou seja, diz respeito à proteção de um conjunto de informações que visa à conservação do seu valor para uma empresa ou indivíduo.

Contudo, ela não se limita apenas a sistemas de comunicação e sim a todos os âmbitos da proteção de dados, incluindo procedimentos, estruturas organizacionais, processos, políticas, entre outras funções de hardware e software, tendo por objetivo assegurar todas as informações sejam acessados apenas por seus responsáveis de direito.

Os diferentes tipos de segurança da informação possuem alguns princípios básicos:

  • Confidencialidade – apenas pessoas autorizadas tem acesso às informações;
  • Integridade – todo e qualquer tipo de alteração deve ser autorizada pela empresa detentora da informação;
  • Disponibilidade – usuários autorizados têm acesso à informação sempre que necessário ou demandado;
  • Autenticidade – verificar a real identidade de usuários que solicitam a permissão de acesso às informações;
  • Legalidade – utilização de dispositivos, metodologias e tecnologias dos dados regidos pela legislação brasileira.

Principais Tipos de Segurança da Informação

Com diferentes tipos de tecnologias surgindo a todo o momento e o número de ameaças crescendo na mesma proporção, ter acesso a diferentes tipos de segurança da informação e saber qual a ideal para a sua empresa é a melhor maneira de se prevenir contra ataques, por esse motivo, listamos abaixo alguns dos principais tipos de segurança da informação do mercado:

  • Cloud Access Security Brokers ou Agentes de Segurança do Acesso à Nuvem – trabalham para ajudar o profissional de segurança da informação a realizar o controle restrito do uso das informações de forma segura em acordo com os diferentes tipos de serviço em nuvens nos mais variados servidores.
  • Segurança Física e Segurança Lógica – Quando um ataque em potencial é identificado é necessário decidir qual nível de segurança será estabelecido para a rede ou sistema afetado, visto que existe a urgência em saber quais recursos físicos e lógicos vão precisar de proteção. A segurança física leva em consideração ameaças como desabamentos, relâmpagos, incêndios, acesso indevido de terceiros, entre outros. Enquanto a segurança lógica preocupa-se com condições como vírus, acessos remotos, backups desatualizados, etc.
  • Certificado Digital – tem o objetivo de oferecer condições de maior segurança às comunicações e transações eletrônicas, facilitando a autenticidade e integridade das informações que circulam no ambiente digital.
  • Controle de Acesso – um agrupamento de processos e medidas que visa à proteção das informações como dados, programas e sistemas contra possíveis tentativas de acessos sem autorização realizados por terceiros ou programas desconhecidos.
  • Filtros Antispam – a definição de spam já é bem conhecida, faz referência aos e-mails recebidos que não são solicitados, mas que mesmo assim são enviados para muitas pessoas. Logo os filtros AntiSpam tem a função de evitar que tais mensagens cheguem até na caixa de entrada do e-mail fazendo o gerenciamento (filtro) através de listas negras, listas brancas e quarentena. O objetivo é evitar que possíveis malwares e vírus como cavalo de tróia invadam o equipamento.
  • Microssegmentação – em possíveis ataques a microssegmentação age evitando que os invasores possam se mover livremente pelas laterais e acessem outros sistemas antes que possam ser identificados, dessa forma uma segmentação mais granular do tráfego (microsegmentação) é criada nas redes corporativas, identificando com maior agilidade possíveis ataques.
  • Criptografia – provavelmente a criptografia seja um dos tipos de segurança da informação de maior importância, isso porque ela tem a função de transformar uma informação legível para algo indecifrável, criptografado. O que evita exponencialmente as chances de roubo de informações particulares valiosas, sendo uma das ferramentas automatizadas de maior importância para segurança da rede e das comunicações.

Em resumo, os diferentes tipos de segurança da informação são importantes, pois fornecem uma visão holística dos ativos de tecnologia da informação, riscos e ameaças, garantindo sua proteção através da identificação de falhas e vulnerabilidades da sua rede. Além disso, é possível gerar credibilidade e melhorias na imagem da sua empresa, o que por consequência eleva o valor de mercado da mesma.

 

Fonte: https://www.duk.com.br/noticias/tipos-de-seguranca-da-informacao/