TV corporativa e estratégia de endomarketing

O uso da TV corporativa pode trazer grandes benefícios ao seu negócio. Entenda como investir e conseguir retorno por meio de uma estratégia de endomarketing

 

A comunicação interna é de extrema importância para uma empresa que deseja ter seus objetivos alinhados com os de seus colaboradores. Para isso acontecer, é preciso utilizar uma estratégia de endomarketing. A TV corporativa pode ser considerada como a principal ferramenta para colocar esse método em prática. Investir nessa plataforma pode trazer grandes benefícios à corporação e aos colaboradores.


Estratégia de endomarketing

O endomarketing, também conhecido como marketing estratégico, tem o intuito de gerar ações para o fortalecimento da relação entre colaborador e corporação. Ele é fundamental para ter uma equipe produtiva e engajada com os ideais da empresa. O método pode servir para reter talentos, pois se sentem valorizados, além de diminuir a rotatividade em geral.

A missão do endomarketing é fazer com que as corporações reconheçam a importância de conhecer o perfil de seus colaboradores.

 

Por que usar a TV corporativa?

A TV corporativa é uma ótima alternativa para colocar o marketing interno em prática. O investimento na estratégia de endomarketing trará retornos benéficos à corporação. Nesse caso, não se trata de gastos, mas, sim, de investimentos. Investir no modelo de TV corporativa rende menos custos do que, por exemplo, murais impressos.


Como investir

Para investir em uma TV corporativa é necessário, mesmo que seja óbvio, ter energia elétrica para o funcionamento dos aparelhos. Além disso, é preciso estar conectado à internet, para realizar as atualizações pendentes. Por fim, é fundamental ter um player compatível com o software da TV corporativa e o televisor. Em relação às TVs, existem dois tipos para se utilizar, que são:

  • LCD – ideal para salas iluminadas, possui baixo-custo, porém, gasta mais energia;
  • LED – indicada para locais grandes, onde a TV pode ser vista a distância. Tem seu custo elevado, mas gasta cerca de 40% a menos de eletricidade do que os modelos em LCD.


Retorno do investimento

O projeto de TV corporativa demandará tempo e dinheiro para ser concretizado. No entanto, com o tempo, os retornos obtidos são de extrema satisfação, como…:

  • Diminuição da rotatividade – como já citado, a comunicação interna auxilia na diminuição da rotatividade da empresa. O retorno trazido com isso é que a empresa acaba gastando menos nos processos de rescisão, recrutamento, treinamento e integração de um novo funcionário;
  • Aumento na produtividade – com seus colaboradores engajados e motivados, os resultados consequentemente serão melhores. Com o aumento da produção, a empresa terá crescimento em sua receita;
  • Colaboradores motivados – com a TV corporativa, os funcionários se sentirão valorizados e estarão motivados e felizes no trabalho. Isso torna o ambiente mais leve e sem sombra de dúvidas é fundamental para o sucesso de uma corporação.


Colocando em prática

Se você decidiu utilizar uma TV corporativa em seu negócio, é preciso se atentar para colocar a estratégia de endomarketing na prática. Primeiramente, avalie as suas necessidades e responda as perguntas: o que precisa melhorar? Como posso melhorar? O que quero alcançar com isso?

Elabore um esquema de conteúdos direcionados de forma estratégica para o seu colaborador ou funcionário. No caso de uma empresa, utilize informações de gestão específica em uma área para incentivar a melhoria dos números dos colaboradores. Se for em um supermercado, por exemplo, passe as promoções que se encontrem somente próximas da TV em questão. Se deseja passar sobre todas as ofertas disponíveis, veicule na entrada do supermercado.

É necessário pensar na efetividade da TV. O seu local de instalação, juntamente com o conteúdo escolhido para ser passado, influenciam diretamente nos resultados almejados.


Como escolher o conteúdo

Existem diversas possibilidades de conteúdos a serem explorados em uma TV corporativa. No caso de uma empresa, é importante pensar nas editorias que funcionarão para colocar a estratégia de endomarketing em prática. Além disso, é relevante incluir editorias para o bem-estar do colaborador, como dicas de viagens, conteúdos culturais, dicas de bares e restaurantes para ir no horário de almoço ou após o expediente, e entre outras tantas possibilidades. A gestão do conteúdo é totalmente flexível e adaptável às necessidades da corporação.

Em estabelecimentos em geral, normalmente, as informações veiculadas são sobre os produtos ou promoções de um estabelecimento. Pode-se incluir informações sobre novidades, projeções futuras e entre outros assuntos. O objetivo é facilitar a comunicação com o cliente, além de fidelizá-lo, pois será um diferencial no negócio.